A Intermediação de Maria Mãe dos Homens
para nos levar ao Cordeiro de Deus

'O ROSÁRIO É A VIDA DE CRISTO CONTEMPLADA COM O OLHAR DE MARIA'
"
Maria é aquela que nos acompanha na escuridão da noite até o clarear do novo dia”

O Primeiro - o número 1  na Internet.- clique aqui
                                                   Criado em 30 de março de 2005

 

Não confundir o site do Terço dos Homens : www.tercodoshomens.com.br
com o
www.tercodoshomens.org.br que é o mesmo 
www.tercodoshomensmaerainha.org.br

Este site apresenta, com exclusividade, o Terço dos Homens rezado nas suas origens pelo primeiro tesoureiro,  
um dos fundadores do grupo. Sr. Manoel Pedral, falecido à mais de 40 anos -
ouçam


82 ANOS DE GRAÇAS E BÊNÇÃOS no Brasil e no mundo

LITURGIA DIÁRIA

PÁGINA INICIAL

Liturgia Diária - do site: do www.cnbb.org.br - Santos(as) do dia: www.A12.com
19/01/19 - Sábado - da Primeira Semana do Tempo Comum - verde - se após as Leituras desejar rezar o Terço (Rosário) reze os Mistérios Gozosos - clique
Oração da Manhã
Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Senhor, no início deste dia venho, em primeiro, Te agradecer por todas as graças que haveis me dispensado,
e pedir, também, Senhor, saúde e força para trabalhar por Ti, paz para o mundo e sabedoria para com todos, pois
quero olhar o mundo com olhos cheios de amor, ser paciente, compreensivo, manso e prudente;
ver, além das aparências, Teus filhos como Tu mesmo os vês, e assim não ver senão o bem em cada um.
Cerra meus ouvidos a toda calúnia e guarda minha língua de toda maldade.
Que só de bênçãos se encha meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre, que todos que se achegarem a mim, sintam Tua presença.
Senhor, reveste-me de Tua beleza, e que, no decurso deste dia, eu Te revele a todos.

Amém.
Introdução
Espírito Santo, Tu que nos esclareces em tudo e que iluminas os nossos caminhos para alcançarmos os nossos ideais.
Tu que tens o dom divino de perdoar os erros que cometemos, os que ainda iremos cometer e esquecermos o mal que nos fazem.
Queremos Te agradecer por tudo e pedir que aumentes cada vez mais a nossa fé, para que não nos afastemos de Ti, por maiores que sejam as ilusões materiais.
Queremos Te agradecer pela misericórdia que Tens para conosco, nossos entes queridos, nossos amigos e os que convivem conosco.
E finalmente Te pedimos sabedoria e condições necessárias para que os nossos dias sejam dedicados a Ti, a Deus Pai, ao Teu Filho Jesus Cristo e ao
Terço dos Homens por intermédio do Coração Imaculado de Maria Santíssima, nossa mãe.


Amém.
Ritos iniciais
- Sumo sacerdote capaz de compadecer de nossas fraquezas, Jesus foi enviado para os pecadores. Ele nos liberta de todo preconceito e nos torne anunciadores do seu amor e do seu perdão.
Antífona da entrada
- Ergamos os osso olhos para aquele que tem o céu como trono; a multidão dos anjos o adora, cantando a uma só voz: eis aquele cujo poder é eterno.
Ato Penitencial
- Meu Deus, eu me arrependo, de todo coração por todos meus pecados e os detesto, porque pecando, não só mereci as penas que justamente estabelecestes, mas principalmente por vos ofender pois sois sumo bem e digno de ser amado sobre todas as coisas, por isso, proponho firmemente, com a vossa ajuda, não mais pecar e fugir das ocasiões que me levem ao mesmo.
- Ó Deus de poder e misericórdia, que concedeis a vossos filhos(as) a graça de vos servir como devem, fazei que corramos livremente ao encontro das vossas promessas.
- Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Amém.
- Senhor, tende piedade de nós! Cristo, tende piedade de nós! Senhor, tende piedade de nós!
Oração do dia
- Ó Deus, atendei como Pai as preces do vosso povo; dai-nos a compreensão dos nosso deveres e a força de cumpri-los.
- Por Cristo, nosso Senhor que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo
.
Liturgia da palavra
- Viva, eficaz e penetrante, a Palavra convoca-nos para o seguimento de Jesus e desmascara as mentalidades que promovem a discriminação das pessoas.
Primeira Leitura: Hebreus 4, 12-16

Leitura da Carta aos Hebreus

Irmãos:
12a Palavra de Deus é viva, eficaz e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Ela julga os pensamentos e as intenções do coração.
13E não há criatura que possa ocultar-se diante dela. Tudo está nu e descoberto aos seus olhos, e é a ela que devemos prestar contas.
14Temos um sumo sacerdote eminente, que entrou no céu, Jesus, o Filho de Deus. Por isso, permaneçamos firmes na fé que professamos.
15Com efeito, temos um sumo sacerdote capaz de se compadecer de nossas fraquezas, pois ele mesmo foi provado em tudo como nós, com exceção do pecado.
16Aproximemo-nos então, com toda a confiança, do trono da graça, para conseguirmos misericórdia e alcançarmos a graça de um auxílio no momento oportuno.- Palavra do Senhor
- Graças
a Deus

Responsorial: Sl. 18 (19b)

R. Vossas palavras são espírito, são vida, / tendes palavras, ó Senhor, de vida eterna.

R. Vossas palavras são espírito, são vida, / tendes palavras, ó Senhor, de vida eterna.

8. A lei do Senhor Deus é perfeita, / conforto para a alma! / O testemunho do Senhor é fiel, / sabedoria dos humildes. - R.

9. Os preceitos do Senhor são precisos, / alegria ao coração. / O mandamento do Senhor é brilhante, / para os olhos é uma luz. - R.

10. É puro o temor do Senhor, / imutável para sempre. / Os julgamentos do Senhor são corretos / e justos igualmente. - R.

15. Que vos agrade o cantar dos meus lábios / e a voz da minha alma; / que ela chegue até vós, ó Senhor, /
meu Rochedo e Redentor! - R.

- Aleluia, aleluia, aleluia.
-
O Espírito do Senhor repousa sobre mim e enviou-me a anunciar aos pobres o evangelho (Lc. 4, 18)
Evangelho: Marcos 2, 13-17
- O Senhor esteja convosco.
- Ele está no meio de nós.
- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos
- Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo:
13Jesus saiu de novo para a beira do mar. Toda a multidão ia ao seu encontro e Jesus os ensinava.
14Enquanto passava, Jesus viu Levi, o filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: 'segue-me'! Levi se levantou e o seguiu.
15E aconteceu que, estando à mesa na casa de Levi, muitos cobradores de impostos e pecadores também estavam à mesa com Jesus e seus discípulos. Com efeito, eram muitos os que o seguiam.
16Alguns doutores da Lei, que eram fariseus, viram que Jesus estava comendo com pecadores e cobradores de impostos. Então eles perguntaram aos discípulos: 'por que ele come com os cobradores de impostos e pecadores'?
17Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: 'não são as pessoas sadias que precisam de médico, mas as doentes. Eu não vim para chamar justos, mas sim pecadores'.

- Palavra da salvação
- Glória a vós Senhor
1ª Reflexão do site http://www.evangeli.net: Rev. D. Joaquim Monrós i Guitart - (Tarragona, Espanha)
«Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores».

Hoje, na cena que nos relata São Marcos, vemos como Jesus ensinava e como todos vinham para O escutar. A fome de doutrina é patente, então e também agora, porque a ignorância é o pior inimigo. Tanto assim é, que se tornou clássica a expressão: «deixarão de odiar, quando deixarem de ignorar».

Passando por ali, Jesus viu Levi, filho de Alfeu, sentado na banca de cobrança dos impostos e, ao dizer-lhe «segue-me», deixando tudo, foi com Ele. Com esta prontidão e generosidade ele fez o grande “negócio”. Não somente o “negócio do século”, mas também o da eternidade.

Devemos pensar há quanto tempo acabou o negócio de recolha de impostos para os romanos e, pelo contrário, Mateus - hoje mais conhecido pelo seu novo nome do que por Levi - não deixa de acumular benefícios com os seus escritos, ao ser uma das doze colunas da Igreja. É o que acontece quando se segue o Senhor com prontidão. Ele disse-lhe: «e todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna» (Mt. 19, 29).

Jesus aceitou o banquete que Mateus lhe ofereceu em sua casa, junto com os outros cobradores de impostos e pecadores, e com os seus apóstolos. Os fariseus - como espectadores dos trabalhos dos outros - comentam aos discípulos que o seu Mestre come com pessoas que eles têm catalogadas como pecadores. O Senhor ouve-os e sai em defesa do seu modo habitual de agir com as almas: «não é a justos que vim chamar, mas a pecadores» (Mc. 2, 17). Toda a Humanidade necessita do Médico divino. Todos somos pecadores e, como dirá S. Paulo, «todos pecaram e estão privados da glória de Deus» (Rm. 3, 23).

Respondamos com a mesma prontidão com que Maria sempre respondeu à sua vocação de co-redentora.
2ª Reflexão do site http://evangelhoquotidiano.org: Concílio Vaticano II - Constituição dogmática sobre a Revelação divina, «Dei Verbum», §§ 1-2
Ao passar, viu Levi [...] e disse-lhe: «segue-Me».

O sagrado Concilio, ouvindo religiosamente a Palavra de Deus e proclamando-a com confiança, faz suas as palavras de São João: «anunciamos-vos a vida eterna, que estava junto do Pai e nos apareceu: anunciamos-vos o que vimos e ouvimos, para que também vós vivais em comunhão conosco, e a nossa comunhão seja com o Pai e com seu Filho Jesus Cristo» (1a Jo. 1, 2-3). […]

Aprouve a Deus, na sua bondade e sabedoria, revelar-Se a Si mesmo e dar a conhecer o mistério da sua vontade (cf. Ef. 1, 9), segundo o qual os homens, por meio de Cristo, Verbo encarnado, têm acesso ao Pai no Espírito Santo e se tornam participantes da natureza divina (cf. Ef. 2, 18; 2a Pd. 1, 4). Em virtude desta revelação, Deus invisível (cf. Col. 1, 15; 1a Tim 1, 17), na riqueza do seu amor, fala aos homens como amigos (cf. Ex. 33, 11; Jo. 15, 14-15) e convive com eles (cf. Bar. 3, 38), para os convidar e admitir à comunhão com Ele.
 
Esta «economia» da revelação realiza-se por meio de ações e palavras intimamente relacionadas entre si, de tal maneira que as obras realizadas por Deus na história da salvação manifestam e confirmam a doutrina e as realidades significadas pelas palavras; e as palavras, por sua vez, declaram as obras e esclarecem o mistério nelas contido.

Porém, a verdade profunda, tanto a respeito de Deus como a respeito da salvação dos homens, manifesta-se-nos por esta revelação em Cristo, que é simultaneamente o mediador e a plenitude de toda a revelação.
Preces da assembleia
1. Favorecei, Deus de bondade, o Papa, os Bispos, Presbítero e Diáconos em sua missão evangelizadora, nós vos pedimos,

As. Senhor, ajudai-nos a seguir vossos passos.

2. Ajudai os administradores das finanças públicas a serem Íntegros em seu ofício, nós vos pedimos,

3. Dai aos anunciadores de vossa palavra serem também bons ouvintes, nós vos pedimos,

4. Concedei as famílias se empenharem na promoção dos valores da paz e da alegria, nós vos pedimos,

5. Propiciai que as comunidades de base se fortaleçam na vossa Palavra e animem a vida eclesial, nós vos pedimos,

Preces pessoais
Liturgia eucarística
- O Senhor, nosso Deus, refaz nossas forças pelos sacramentos, de modo especial pela Eucaristia, banquete que nos firma na fé e no discipulado.
Sobre as oferendas
Possa agradar-vos, ó Deus, a oferenda do vosso povo, que ela nos obtenha a santificação e o que confiantes vos pedimos.
- Por Cristo, nosso Senhor que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo
.
Antífona da comunhão
- Eu vim para que tenham a vida e a tenham cada vez mais, diz o Senhor (Jo. 10, 10).
Depois da comunhão
- Deus todo-poderoso, que refazeis as nossas forças pelos vosso sacramentos, nós vos suplicamos a graça de vos servir por uma vida que vos agrade. 
- Por Cristo, nosso Senhor que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo
.

 O Terço (Rosário) dos Homens não exige nada e não cobra nada da vida pessoal dos seus participantes, o que faz com que seus membros se sintam livres, e a liberdade dá ao homem o poder de ser aquilo que ele deseja ser, daí as transformações se sucederem de modo espontâneo causado pelo contato que os mesmos passam a ter com Deus por intercessão de Maria.