A Intermediação de Maria Mãe dos Homens
para nos levar ao Cordeiro de Deus

'O ROSÁRIO É A VIDA DE CRISTO CONTEMPLADA COM O OLHAR DE MARIA'
"
Maria é aquela que nos acompanha na escuridão da noite até o clarear do novo dia”

  O Primeiro - o número 1  na Internet.- clique aqui
 Criado em 30 de março de 2005

Não confundir o site do Terço dos Homens : www.tercodoshomens.com.br
com o
www.tercodoshomens.org.br que é o mesmo 
www.tercodoshomensmaerainha.org.br

Este site apresenta, com exclusividade, o Terço dos Homens rezado nas suas origens pelo primeiro tesoureiro,  
um dos fundadores do grupo. Sr. Manoel Pedral, falecido à mais de 40 anos -
ouçam


81 ANOS DE GRAÇAS E BÊNÇÃOS no Brasil e no mundo

Uma Estrela

PÁGINA INICIAL

Pe. Geraldo Della Costa
07/01/18

Celebramos hoje a festa da Epifania e a conclusão do tempo litúrgico do Natal, lembrando a adoração de Jesus pelos Magos, representantes das pessoas do mundo inteiro.
A liturgia de hoje realça o sentido universal da obra de Cristo.

A palavra "Epifania" significa: manifestação de Deus aos homens.

A 1ª Leitura anuncia a chegada da Luz salvadora do Senhor, que alegrará Jerusalém e que atrairá a ela povos de todo o mundo. (Is. 60, 1-6)

Jesus é a Luz que vence as trevas do pecado e da opressão e que dá ao mundo um rosto mais brilhante de vida e de confiança.
Hoje a Igreja é a comunidade dos que aderiram a Jesus e acolheram essa Luz.

- Em nossas comunidades brilha a luz libertadora de Jesus?

A 2ª Leitura comenta o fato dos Magos vindo do Oriente procurando o menino nos arredores de Jerusalém, como revelação do Mistério de Deus ao Judeus e aos Pagãos. (Ef. 3, 2-3a. 5-6)

Evangelho apresenta Jesus como a Luz, que atrai para si todos os povos. (Mt. 2, 1-12)

Os Magos, representando todos os povos da terra, vão a Jerusalém, ao encontro de Jesus, o aceitam como "Salvação de Deus" e o adoram.
A Salvação, rejeitada pelos habitantes de Jerusalém, torna-se agora uma oferta universal.

- A narrativa, exclusiva de S. Mateus, tornou-se muito conhecida e popular...

No entanto, não estamos diante de uma reportagem jornalística que faz a cobertura oficial de três chefes de estado a outro país.
Estamos diante de uma Catequese sobre Jesus, destinada a apresentar Jesus como Salvador de todos os homens.

- A Estrela, inventada por Mateus, não é um astro no céu, mas a pessoa de Jesus.
 
Ele é a "Luz" anunciada pelos profetas, que ilumina todos os povos e nações.

- Os Magos representam todos os homens que vão ao encontro de Jesus e se deixam guiar pela sua mensagem de paz e de amor.
- Intenção de Mateus era apresentar Jesus como o Messias, o novo Moisés... o ungido de Deus, recusado pelos judeus e aceito pelos pagãos que formarão o novo Israel, o novo povo de Deus: a Igreja.

+ Duas atitudes diferentes vão se repetir ao longo de todo o Evangelho:

- o Povo de Israel rejeita Jesus, enquanto os "magos" (pagãos) o adoram;
- Herodes e Jerusalém "ficam perturbados" diante da notícia do nascimento do menino e planejam a sua morte, enquanto os pagãos sentem uma grande alegria e reconhecem em Jesus o seu salvador.

* Mateus mostra que Jesus vai ser rejeitado pelo seu Povo; mas vai ser acolhido pelos pagãos, que formarão o novo Povo de Deus.

+ O Caminho seguido pelos Magos para encontrar Jesus é o caminho a ser seguido por todos nós, em nossa procura de Deus:

- estão atentos aos sinais (estrela),
- percebem que Jesus é a Luz que traz a Salvação,
- põem-se decididamente a caminho para o encontrar...
- perguntam aos judeus, que conhecem as Escrituras, o que fazer,
- encontram Jesus e o adoram como "Senhor".

* Nesse relato, descobrimos também as etapas do nosso caminho:

- sensibilidade em distinguir os sinais de Deus…
- generosidade em aceitar… "vimos …e viemos…"

+ Com quem nos assemelhamos?

- Com os Sacerdotes, que conheciam bem a Religião, mas se mostraram indiferentes aos sinais de Deus? Não tinham a estrela da fé para os conduzir...
- Com Herodes, que aparentemente se mostra interessado, mas na realidade é hostil ao Menino?
- Com os Magos, que estão atentos aos acontecimentos e generosos em deixar tudo e se pôr ao seu encontro?

Os Magos representam todos os povos não judeus, agora associados à História da Salvação.

Os magos aceitaram o convite e não perderam a confiança: nem mesmo na incompreensão dos contemporâneos… nas dificuldades da longa caminhada… na ignorância e maldade de Herodes...
na indiferença dos sacerdotes... nem estranharam o ambiente rústico do menino, procurado como rei dos judeus.

Se olharmos o mundo e os homens com os olhos da fé… tudo será uma manifestação e presença de Deus… uma perene Epifania...

Os magos não se apresentam de mãos vazias… oferecem o que tinham de melhor.
O que podemos oferecer hoje ao menino de Belém?
Certamente ele gostaria de ganhar um pouco do nosso tempo, um espaço em nosso coração, a partilha dos nossos dons...

Os Magos vem de longe:

quem são os longínquos hoje? O povo pobre que fica no funda da igreja ou que não vai à igreja por não tem roupa decente?
Os que se afastaram porque seu casamento despencou?
Jesus se aproximou da samaritana, da pecadora, da adúltera...
Será que para eles não brilhou alguma estrela em Belém?
O papa insiste em Sair ao encontro deles...

 O Terço (Rosário) dos Homens não exige nada e não cobra nada da vida pessoal dos seus participantes, o que faz com que seus membros se sintam livres, e a liberdade dá ao homem o poder de ser aquilo que ele deseja ser, daí as transformações se sucederem de modo espontâneo causado pelo contato que os mesmos passam a ter com Deus por intercessão de Maria.