A Intermediação de Maria Mãe dos Homens
para nos levar ao Cordeiro de Deus

'O ROSÁRIO É A VIDA DE CRISTO CONTEMPLADA COM O OLHAR DE MARIA'
"
Maria é aquela que nos acompanha na escuridão da noite até o clarear do novo dia”

  O Primeiro - o número 1  na Internet.- clique aqui
 Criado em 30 de março de 2005

Não confundir o site do Terço dos Homens : www.tercodoshomens.com.br
com o
www.tercodoshomens.org.br que é o mesmo 
www.tercodoshomensmaerainha.org.br

Este site apresenta, com exclusividade, o Terço dos Homens rezado nas suas origens pelo primeiro tesoureiro,  
um dos fundadores do grupo. Sr. Manoel Pedral, falecido à mais de 40 anos -
ouçam


82 ANOS DE GRAÇAS E BÊNÇÃOS no Brasil e no mundo

"O Chamado"

PÁGINA INICIAL

                                                           Pe. Geraldo Della Costa
10/02/19

Ao longo da história, Deus sempre chama pessoas e as envia para realizar os seus planos.
As Leituras bíblicas de hoje nos falam de Três Chamados:

Na 1ª Leitura, temos o Chamado de Isaías. (Is. 6, 1-8)

- Deus se revelou a ele, quando estava em oração no templo.
- Inicialmente, ele se sente pequeno e indigno. Prefere continuar no seu cantinho cômodo, sem se comprometer.
- Um anjo lhe toca os lábios com uma brasa, purificando-o para a missão.
- Deus então pergunta: "quem vou enviar"? Isaías, sensível ao apelo de Deus, aceita: "eis-me aqui, envia-me".

* Vemos aqui os Passos da Vocação:

- A iniciativa é sempre de Deus
- A primeira reação é sempre a mesma: "não sou capaz". "Não sou digno".
- Mas quando nos colocamos numa atitude de disponibilidade, Deus nos purifica e fortalece, e acabamos dando conta do recado.

Na 2ª Leitura, Paulo conta o seu Chamado. (1ª Cor. 15, 1-11)

Ele se considera o "último" dos apóstolos... como um "abortivo".
Mas no encontro com Cristo a caminho de Damasco, responde: "Senhor, que queres que eu faça"?

No Evangelho temos o Chamado dos Primeiros Apóstolos. (Lc. 5, 1-11)

- Jesus na Barca de Pedro fala ao povo... e depois os convida a pescar...
- Pedro confia na sua palavra e acontece a pesca milagrosa...
- Pedro também se sente indigno...
- Jesus convida: "doravante serás pescador de gente".
- E eles aceitam o convite: "largam tudo e o seguem..."

O texto apresenta uma Catequese sobre: o Que é Ser Cristão.

- É Estar com Jesus "no mesmo barco".
 
É desse barco (a comunidade cristã), que Jesus fala ao mundo.

- É Escutar a proposta de Jesus, fazer o que ele diz, mesmo quando suas propostas podem parecer ilógicas e incoerentes.

"Porque tu o dizes, lançarei as redes".

- É Reconhecer Jesus como "o Senhor": É o que Pedro faz, ao perceber que a proposta de Jesus gera vida e fecundidade para todos.

- É Aceitar a missão que Jesus propõe: ser pescador de gente: significa continuar a obra libertadora de Jesus.

- É Deixar tudo e seguir Jesus. A generosidade e o dom total devem ser sinais distintivos dos que o seguem.

O texto é rico de outros detalhes:

- Jesus proclama a Palavra da Barca de Pedro: essa barca representa a comunidade cristã. (Jesus foi expulso da sinagoga) Embora ocupada por pecadores, é dessa barca que ecoou a voz de Deus.
- O Anúncio da Palavra acontece num dia de semana: no ambiente de trabalho, sem ser no sábado... a Palavra de Deus deve ser anunciada sempre e em todos os lugares...
- "Avança para águas mais profundas"... éo convite para os novos pescadores superarem a rotina da ação pastoral, sempre agarrada às margens que não dão mais peixe! Precisa buscar sempre um novo jeito de "pescar".
- É Pedro quem conduz a barca para o lugar indicado... e a ele Jesus diz: "serás pescador de homens..." A ele é confiado um ministério especial na Igreja, que navega nos mares da história...
- A Pesca milagrosa não é resultado da habilidade de Pedro, mas da força da Palavra de Deus. Por que muito trabalho não produz fruto?
 
Em nome de quem estamos pescando?

- A Missão é ser pescador de gente: Jesus escolhe pessoas simples para uma missão tão importante... Deus não olha tanto as qualidades humanas... mas a generosidade...

- Essa Missão é confiada a toda a Comunidade, apesar de suas limitações.

Deus só espera a disponibilidade em acolher o seu convite e deixar tudo...

* Todos somos chamados por Deus a sermos profetas como Isaías, e pescadores de homens como Pedro.

- O chamado pode chegar até nós através do padre... da comunidade... vocês não imaginam como é difícil essa missão de convidar!...

"Quem poderia, não aceita... e quem aceitaria, a comunidade não aprova!..."

Qual é a nossa Resposta? Acolhemos com a generosidade...
 
- de Isaías: "eis-me aqui... envia-me..."
- de Paulo: "Senhor, que queres que eu faça"?
- dos primeiros Apóstolos: "largaram tudo e o seguiram".

- Às vezes, esquecendo que somos pecadores, podemos confiar demais em nós, ou então não confiar em nós e na ação de Deus em nós.
- Se confiarmos na força da Palavra de Deus e tivermos a coragem de deixar tudo, a pesca milagrosa continuará acontecendo, ainda hoje...

Cristo ainda hoje precisa de pescadores de gente.
Ele pode contar com você?

Sugestão de Profissão de fé:

Demos a nossa Resposta, renovando nosso compromisso Missionário: Profissão de Fé

(Convidar a comunidade a renovar seu compromisso com a missão de evangelizar, estendendo a mão em direção a Bíblia)

D. O Senhor pergunta hoje, como no tempo do profeta Isaías: quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor,

D. Para animar os grupos de reflexão, de catequese, liturgia e outros que ajudam a alimentar a fé e a encontrar razões para viver e lutar.

Quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor

D. Para anunciar a Palavra de esperança aos pobres, às crianças, aos jovens, aos excluídos e anciãos abandonados.
 
Quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor

D. Para defender o direito dos trabalhadores, dos pobres e oprimidos no campo e na cidade.
 
Quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor

D. Para consolar os aflitos, animar os doentes, os presos e desanimados.
 
Quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor


D. Para ajudar os irmãos a crescer na fé, na esperança e no amor fraterno e construir um mundo de paz.
 
Quem hei de enviar? Quem irá por nós?
Canto: Eis-me aqui, Senhor

D. Cristo no convida a subir na sua barca, avançar para águas mais profundas, para promover a pessoa humana, para renovar a comunidade e para construir uma sociedade mais justa e solidária...

Canto: Quem é que vai... quem é que vai... nessa Barca de Jesus...
 Eu vou, eu vou...

- Tem muita gente - esperando por você a caminhar -
- A barca está para partir

 O Terço (Rosário) dos Homens não exige nada e não cobra nada da vida pessoal dos seus participantes, o que faz com que seus membros se sintam livres, e a liberdade dá ao homem o poder de ser aquilo que ele deseja ser, daí as transformações se sucederem de modo espontâneo causado pelo contato que os mesmos passam a ter com Deus por intercessão de Maria.