A Intermediação de Maria Mãe dos Homens
para nos levar ao Cordeiro de Deus

'O ROSÁRIO É A VIDA DE CRISTO CONTEMPLADA COM O OLHAR DE MARIA'
"
Maria é aquela que nos acompanha na escuridão da noite até o clarear do novo dia”

  O Primeiro - o número 1  na Internet.- clique aqui
Criado em 30 de março de 2005

Não confundir o site do Terço dos Homens : www.tercodoshomens.com.br
com o
www.tercodoshomens.org.br que é o mesmo 
www.tercodoshomensmaerainha.org.br

Este site apresenta, com exclusividade, o Terço dos Homens rezado nas suas origens pelo primeiro tesoureiro,  
um dos fundadores do grupo. Sr. Manoel Pedral, falecido à mais de 40 anos -
ouçam


80 ANOS DE GRAÇAS E BÊNÇÃOS no Brasil e no mundo

A necessidade de nossa Adoração ao Santíssimo

PÁGINA INICIAL

“Visto que Cristo mesmo está presente no Sacramento do altar, é preciso honrá-lo com um culto de adoração. A visita ao Santíssimo Sacramento é uma prova de gratidão, um sinal de amor e um dever de adoração para com Cristo, nosso Senhor” (Catecismo da Igreja Católica , parágrafo 1418)

Os grandes santos da Igreja sempre nos indicaram a adoração à Jesus Sacramentado, como exercício salutar para a alma, uma extensão da comunhão com o Senhor. A adoração ao Senhor em uma visita particular, é um ato de amor, de adoração, de reconhecimento e gratidão à Jesus, por dignar-se a descer e manter-se misteriosamente na Hóstia consagrada no silêncio do Sacrário.

Certa vez, uma criancinha entrou na capela-mor da Igreja, depois de ouvir de seu catequista, que aquele que nos ama, se faz de prisioneiro de amor num humilde sacrário. Subiu numa cadeira e sentou-se no altar. Ali, bateu à porta do sacrário e perguntou:
- Jesus, está aí? Ninguém lhe respondeu. Sem perder sua comovedora ousadia, bateu de novo:
- estás, aí? Responde-me. Na catequese, disseram-me que sim! Contudo, Jesus permanecia em silêncio. A criança encostou o ouvido na porta, mas, não ouviu nada. “Talvez esteja a dormir”, pensou. Para o acordar suavemente, disse: - ó querido Menino Jesus, eu te amo, eu te estimo, creio em Ti. Responde-me, eu te peço, fala-me.


De forma comovedora, o Senhor respondeu-lhe: - sim, meu querido menino, estou aqui. O que você quer de mim? Peça que eu lhe dou a graça que desejar.

O menino surpreso, pensou um pouco e disse: -  “mamãe está sempre triste pelo fato de papai não ser cristão. Toque seu coração. Eu te suplico”.
O Senhor respondeu-lhe: - vai! Prometo salvar a alma de seu pai. E o pai do menino converteu-se, confessou-se e tornou-se bom cristão.


São Julião Eymard quando ainda tinha cinco anos, certa vez desapareceu de casa. Procuraram, procuraram e não o encontraram. Até que sua irmã correu à Igreja e lá encontrou o menino, escondido de todos, bem perto do sacrário. Ele bem sabia, que por detrás daquela porta dourada, naquele pequeno Tabernáculo, o Bom Jesus morava sozinho. Estava com a cabecinha encostada contra o tabernáculo, falando a Jesus e o ouvindo. Sim, disse à irmã que o ouvia. São Pedro Julião Eymard teve sua vocação despertada no Sacrário, também porque tinha intimidade com o Senhor na Eucaristia, ou seja, uma criança dando-se por inteiro diante do Senhor no Sacrário. E é assim que devemos ser diante dele. Embora o Senhor cala-se misteriosamente para nos ouvir, sim, Ele encontra-se presente neste Augustíssimo Sacramento e está atento a cada passo nosso em sua direção! Lembrando que São Pedro Julião foi grande sacerdote, comparado ao Santo Cura d’Ars, fundando ainda o Instituto do Santíssimo Sacramento.

O Senhor disse no Evangelho, que para os pássaros havia preparado os ninhos; para as raposas, as tocas (Mt. 8, 20). Agora, se desejas encontrar Jesus, vá ao sacrário! Lá o encontrará, pois o Sacrário é o lugar onde Jesus mora e nos espera nesta terra. Lá, Ele preparou para nós, o seu ninho de amor. Lá, Ele nos espera para encontrar-se pessoalmente conosco. E quanto Ele aguarda esta visita!

Nossa Senhora em Medjugorje diz que Jesus se sente muito sozinho no Sacrário. Que devemos visitá-lo para consolá-lo, mas, também para sermos curados de nossas feridas espirituais e nos convertamos para que possamos um dia, merecer a Misericórdia do Senhor: “queridos filhos ! Os convido a trabalhar em sua conversão pessoal. Vocês estão ainda longe de um encontro com Deus em seus corações. Por isso, gastem o maior tempo possível na oração e na adoração de Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar a fim de que Ele os mude e coloque nos seus corações uma fé viva e o desejo da Vida Eterna. Tudo passa, queridos filhos, somente Deus permanece. Estou com vocês e os encorajo com amor. Obrigada por terem respondido a meu apelo”! Ao Pe. Steffano Gobbi, Nossa Senhora pede aos sacerdotes e a todo o povo fiel, um grande amor por Jesus Eucarístico, além do amor de sua oração e reparação para consolar o seu coração: “(...) Filhos prediletos, procurai Jesus para matar a vossa sede de bem-aventurança; ide à Ele para satisfazer a vossa grande necessidade de amor; pousai também vós a cabeça sobre seu coração, para ouvir seu pulsar; vivei sempre com Ele, vós que sois chamados a ser os Joãos de Jesus Eucarístico”. A Mãe Celeste ainda nos diz: “(...) confio-vos agora o meu materno desejo de que Jesus Eucarístico encontre, nas vossas Igrejas, a sua corte Real, onde seja honrado e adorado pelos fiéis, onde está também perenemente circundado por inumeráveis falanges de Anjos, de Santos e de almas do Purgatório”. A Senhora ainda relembra que Jesus está nas Igrejas unicamente por amor à nós e que nestes tempos em que vivemos, necessita ser adornado pelo nosso amor, carinho, adoração e reparação: “(...) fazei com que o Santíssimo Sacramento seja ainda circundado de flores e de luzes, como sinais indicativos do vosso amor e da vossa piedade. Exponde-o frequentemente à veneração dos fiéis, multiplicai as horas de adoração pública, para reparar a indiferença, os ultrajes, os numerosos sacrilégios e a terrível profanação, à qual Ele é submetido durante as missas negras, um culto diabólico e sacrílego (...)”. Portanto, é preciso que o coração que vá à Jesus eucarístico, tenha a disposição de uma criança diante de seu pai: entrega total! Confiança total! E amor! Nada mais! Muitas vezes, nem se precisa falar nada. Basta o silêncio do coração e o olhar contemplativo à Jesus na Eucaristia! Quem olha para Jesus Eucarístico, nunca volta a ser o mesmo. O seu olhar ultrapassa todas as nossas barreiras! O seu olhar vê o mais fundo do nosso coração! E nos cura!

Em suma, não temamos caros amigos, em nos aproximar de Jesus Eucarístico. Corramos ao seu encontro, pois Ele nos aguarda ansiosamente. Deseja a nossa presença; deseja sentir-se amado por nós. Deseja o nosso amor! Mas, também, deseja curar-nos, fortalecer-nos e confirmar-nos em seu amor! Deseja formar-nos aos seus pés no Sacrário. O Sacrário é o lugar onde o Senhor forma os seus santos! No entanto, não vamos sós! Vamos com aquela que foi a primeira e mais perfeita Discípula de Cristo: Maria! Vamos a Jesus Eucarístico por meio dela, pois ela com certeza sabe quais são os melhores caminhos para nos levar com maior segurança aos pés de seu Divino filho! Busquemos amar Jesus Eucarístico também, por meio do Santo Rosário!

Então, corramos ao Senhor no Sacrário! Seja na hora do almoço, no intervalo do trabalho, seja numa visita entre o intervalo das atividades cotidianas em casa. Não deixemos de amar Jesus! Não deixemos de visitá-lo! Se possível todos os dias! Ou ao menos às quintas-feiras, como Nossa Senhora recomenda em Medjugorje. Amemos Jesus na Eucaristia junto com Maria!!!

“Graças e louvores sejam dados a todo momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento”!

Adoro te devote, latens Deitas, Quae sub his figuris vere latitas: tibi se cor meum totum subiicit, quia te contemplans totum deficit. Visus, tactus, gustus in te fallitur, sed auditu solo tuto creditur. Credo quidquid dixit Dei Filius: nil hoc verbo Veritatis verius. In cruce latebat sola Deitas, at hic latet simul et humanitas; ambo tamen credens atque confitens, peto quod petivit latro paenitens. Plagas, sicut Thomas, non intueor; Deum tamen meum te confiteor. Fac me tibi semper magis credere, in te spem habere, te diligere. O memoriale mortis Domini! Panis vivus, vitam praestans homini! Praesta meae menti de te vivere et te illi semper dulce sapere. Pie pellicane, Iesu Domine, me immundum munda tuo sanguine. Cuius una stilla salvum facere Totum mundum quit ab omni scelere. Iesu, quem velatum nunc aspicio, oro fiat illud quod tam sitio; ut te revelata cernens facie Visu sim beatus tuae gloriae.

clique na imagem

 O Terço (Rosário) dos Homens não exige nada e não cobra nada da vida pessoal dos seus participantes, o que faz com que seus membros se sintam livres, e a liberdade dá ao homem o poder de ser aquilo que ele deseja ser, daí as transformações se sucederem de modo espontâneo causado pelo contato que os mesmos passam a ter com Deus por intercessão de Maria.